Ferramentas e Recursos para restauração da Alma

 

Dicas p/Retiro 7° Passo

Dicas para o RETIRO do Sétimo Passo

O Sétimo Passo trabalha com três dinâmicas que combinam numa experiência de dois dias em retiro assim:

 

Retiro do Passo Sete

 

sábado

domingo

07:30

Café da manhã

Café da manhã

(Jejum opcional)

08:30

Louvor e Devocional

(Isaías 53.1-6)

Louvor e Devocional

(Efésios 6.10-18)

09:00

Exercício de liberar a dor

(Item 6)

(1ª pessoa; em duplas)

Exercício da renúncia

(Item 12)

(Ministração coletiva)

10:30

Coffee-break

Coffee-break (opcional)

11:00

Liberar a dor

(2ª pessoa da dupla)

Continuação do

Exercício da renúncia

12:30

Trabalho individual

(Item 7)

Trabalho individual

(Item 13)

13:00

Almoço

Café (ou Almoço) de Celebração

com testemunhos

14:00

Lazer/Descanso

Saída

16:00

Coffee

 

16:30

Louvor e devocional

(1 Tm 1.5, 1 Pe 3.15-16)

 

17:00

Exercício da consciência limpa (Item 9)

(1ª pessoa, em duplas)

 

18:30

Jantar

 

19:30

Exercício da consciência limpa (2ª pessoa)

 

21:00

Trabalho individual

(Item 10)

 

23:00

Silêncio

 

As datas do retiro devem ser determinadas e apresentadas para os participantes dos grupos de apoio com bastante antecedência para que todos possam se programar.  Se fizeram um retiro para o Passo Quatro, já ganharam experiência com os detalhes de escolher o local e outros assuntos práticos (veja no site dicas para o retiro do Passo Quatro).

O propósito deste retiro é trabalhar as dinâmicas do Passo Sete num contexto de maior apoio e comunhão. Por causa da intensidade emocional das dinâmicas, o retiro talvez seja o desafio maior que a sua equipe de restauração tenha enfrentado até aqui.  Se a sua equipe for nova, recomendamos que você chame pessoas mais experientes para lhe ajudarem. Aproveite de suas redes de apoio e chame um pastor, um psicólogo ou psiquiatra, intercessores e membros de outras equipes do REVER que já têm experiência.  Se você se sentir inseguro, não faça o retiro.  Faça o Sétimo Passo de forma “tradicional”, seguindo o ritmo no livro. O retiro será um tempo de trabalho intensivo e precisará de bastante oração e carinho.  Se for possível, peça aos intercessores da igreja para darem cobertura ao retiro mesmo se não participarem.  Cada participante (inclusive a equipe) deve arrumar um intercessor particular para ele, que ficará orando por ele durante o período do retiro.

Na reunião da semana anterior ao retiro, faça a introdução ao Passo Sete.  Nesta reunião, distribua para cada pessoa uma cópia do Teste de Saúde Emocional (Apêndice 6 ou, em formato mais fácil para tirar cópias, no site).  A tarefa de preparo para o retiro inclui:

  1. Consagração, reconhecendo batalha espiritual
  2. Responder as perguntas 5, 8 e 11.
  3. Preencher o Teste de Traumas Emocionais.  Ele será usado no último exercício, a ministração coletiva de renúncia.
  4. Arrumar um intercessor particular que esteja orando durante o retiro.

Além de quaisquer preparativos práticos (comida, etc.), a equipe precisa:

1. Decidir quem ministrará cada um dos três devocionais (veja o plano do retiro) e o louvor e preparar-se para estes momentos.

2. Decidir quem liderará a ministração coletiva da renúncia.

Os membros da equipe darão apoio às duplas na realização dos exercícios, priorizando as pessoas que pedem ajuda. Apoiarão também durante a ministração coletiva.

Observações a respeito deste retiro:

  1. Assegure que tenha bastante papel higiênico (um rolo para cada dupla), pois haverá muito choro.
  2. A agenda do primeiro dia do retiro é bastante puxada.  O tempo de descanso/lazer à tarde precisa ser respeitado, como também o silêncio na hora de dormir.
  3. Para conseguir encaixar tudo, respeite os horários sugeridos.  Ao mesmo tempo, tenha jogo de cintura para cooperar com o mover do Espírito Santo.
  4. Quem quiser, pode iniciar o segundo dia do retiro com jejum, em preparação para o exercício da renúncia.  Sugerimos que a refeição após as renúncias seja uma celebração, algo especial.  Uma idéia é fazer um “café colonial” para o qual as pessoas que quiserem contribuem pães, tortas e bolos caseiros. Dê oportunidade para as pessoas testemunharem sobre o que Deus fez por elas no retiro.  Faça a refeição muito festiva.
  5. A tarefa, saindo do retiro, é de responder os itens 15 e 16.  A tarefa é leve, pois as pessoas estarão cansadas.  Também, cada um deve falar em voz alta as Declarações de Identidade em Cristo (Apêndice 5) a cada dia por 30 dias.  (Aprenderemos mais sobre estas declarações no Passo Oito.)
  6. É possível que algumas pessoas não queiram fazer os primeiros dois exercícios com um parceiro, preferindo um membro da equipe.  Não ofereça esta opção, mas se alguém fizer questão, tente acomodar.  Também, algumas pessoas já terão feito uma ministração individual com a equipe.  Talvez queiram tratar de outra área.  Senão, se elas não precisarem repetir os exercícios, podem talvez acompanhar uma dupla para dar apoio, desde que não seja pesado demais para elas.  A equipe terá que discernir o que possa funcionar e o que poderia ser sobrecarga.
  7. Se na expressão de dor, alguém “perder controle” e começar a gritar ou expressar-se de outra forma que assuste outras pessoas, alguém da equipe terá de entrar e ajudar a pessoa, de preferência levando-a para um lugar separado.
  8. Seria bom ter um membro da equipe disponível para fazer outra atividade com qualquer pessoa que não queira participar em dado exercício, por qualquer motivo.  Não podemos forçar nem insistir que faça neste momento só para nossa conveniência.  Cada pessoa tem o seu próprio ritmo de restauração.  Algumas pessoas talvez assistam o retiro pensando que estejam prontas para fazer os exercícios, mas descobram que não estão.  Talvez até se sintam culpadas por isso.  Tente discernir o que estas pessoas precisam e cuide também delas.  O seu momento de fazer o Sétimo Passo virá.

 

Dicas para a ministração coletiva de renúncia:

As pessoas devem ter em mãos o Teste de Traumas Emocionais, cujos itens cabem dentro dos cinco portões de vulnerabilidade ao inimigo que vamos fechar.  Elas devem prestar atenção ao ler os nomes ligados a cada portão, para que possam renunciar estes espíritos malignos.  Os membros da equipe estarão disponíveis para dar apoio para quem precisar de qualquer ajuda neste processo.

 

1. Cântico (por exemplo, “El Shadai”)

2. Oração de Consagração:

Senhor nosso Deus, nós nos fortalecemos no Senhor e no seu forte poder. Pedimos tua cobertura espiritual para que possamos militar contra estas coisas que nos tem afastado de ti e do teu amor.

Para isto em nome do Pai, do filho e do Espírito Santo: Nós tomamos posse da tua armadura, para podermos ficar firmes contra as ciladas do Diabo, pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.

Por isso, nos vestimos com esta armadura, para que possamos resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de termos feito tudo.

Colocamos sobre nossas CABEÇAS, o capacete da salvação. Declaramos que recebemos a Jesus como o nosso Salvador, e por isso somos teus filhos(as).

Colocamos sobre nosso PEITO E COSTAS, a couraça da justiça. Declaramos que como filhas(os) teus, buscaremos e seremos porta vozes da justiça, do que é reto.  Ajuda-nos a entender isto Pai.

Vestimos-nos ainda, nosso Pai, e colocamos em nossa CINTURA. o cinto da verdade. Sabemos que o pai da mentira é o diabo e não queremos ter nada com ele.

Sobre o nosso BRAÇO, Pai querido, nos vestimos com o escudo da fé, com o qual poderemos apagar todas as setas inflamadas do Maligno.

Em nossas MÃOS, oh Deus, seguramos a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.

Nos nossos PÉS, nos calçamos com a prontidão do evangelho da paz. Tua palavra declara e eu quero isto para mim: “no que depender de vós, tendes paz com todos”.

Estamos aqui oh Deus e te suplicamos a libertação do que nos aprisiona e nos deixa cativos. Suplicamos-te que nos libertes, e nos ajude a vigiar sempre para manter-mos limpos, consagrados e firmes em ti.

 

3. Renúncias tanto do passado quanto do presente: para cada portão, leia a lista em voz alta e depois todos juntos (os que estiverem tratando destes espíritos) falem em voz alta a seguinte declaração:

 

“Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, eu renuncio a estes espíritos e a todos os espíritos ligados a eles.  Em nome de Jesus, mando-os para onde Jesus indicar.”

 

1. MORTE

Agressividade, violência

Ódio, desprezo

Raiva ou ira

Brigas

Nervosismo

Frustração

Mágoa

Amargura

Desânimo

Derrota ou fracasso

Desespero

Esgotamento, estresse forte

Loucura

Morte na família

Aborto

Desejo de morrer

Vontade de sumir

Desejo de suicidar-se

Depressão

Ansiedade

Angústia

Medo

Medo de escuridão

Miséria

Timidez

--Faça as renúncias

--Ouça o que diz a Palavra de Deus (Ler 1 Co 15.55-57 e Jô 5.24)

--Cântico (por exemplo, “Deus enviou seu Filho amado”) 

2. REJEIÇÃO

Rejeição

Solidão

Culpa

Ressentimento

Inferioridade

Superioridade

Vergonha

Pesadelos

Mania de doença

Doença crônica

Agitação

Fraqueza

Tristeza

Traumas

Insônia

Confusão

Acusação, calúnia

Dureza de coração

Riso Descontrolado

Orgulho

Glutonaria

Preconceitos ( machismo, racismo, outro)

Espancamento

--Faça a renúncia

--Ouça o que diz a Palavra de Deus (Is 41.9-10 e Ef 1.3-5)

--Cântico (Por exemplo, “Chamas meu nome, Senhor” ou “Toma o teu lugar”)

 

3. IDOLATRIA

Idolatria

Oferta a ídolos

Maldição de família

Vudu

Pacto com Demônios

Ocultismo

Imposição de mãos fora da igreja

Velas

Ligação com Nova Era

Banho de Ervas

Comunicação com mortos

Manifestação de Guias

Levitação

Fez cabeça no espiritismo

Mentiras, engano

Ligação com maçonaria ou sociedade secreta

Trabalho em encruzilhada

Ligação com outras religiões

--Ouça o que diz a Palavra de Deus (1 Co 10.14-23)

--Cântico (por exemplo, “Deus, somente Deus”)

 

4. ADICÇÕES

 

Palavrões

Drogas

Alcoolismo

Fumo

Retenção de dízimo

Ciúmes

Outras adicções

--Faça as renúncias

--Ouça o que diz a Palavra de Deus (Ef 5.17-18)

--Cântico (por exemplo, “Espírito Santo de Deus”)

 

5. IMORALIDADE

Masturbação

Prostituição

Relação sexual fora do

casamento

Frigidez sexual

Abuso sexual, incesto

Pornografia

Bestialismo

Idas ao motel

Adultério

Homossexualismo

Pensamentos Impuros

 

 

--Faça as renúncias

--Ouça o que diz a Palavra de Deus (1 Ts 4.3-7)

--Cântico  (“Santuário de Deus”)

4. Expressões espontâneas de louvor e gratidão a Deus, com mais cânticos de louvor.